Mariana Chaves Petersen


A PERDA DA LINGUAGEM NA NARRATIVA DE SYLVIA PLATH: A REDOMA DE VIDRO, “LÍNGUAS DE PEDRA” E “MÃES”