Publicado em 28/05/2016 - 11:18 e atualizado em

Que vocabulário poderei usar contigo




Rosália Milsztajn

 
Que vocabulário poderei usar contigo
já que és eterno e a palavra efêmera
se dilui no prazer de dizer
e tudo mais se evapora na formosura da forma – mera ilusão
aparência sem reverberação e consciência de ti que amo
e repito: eu te amo para sempre
e assim não resiste ao desgaste
ao embate fixo da palavra que imobiliza
e no silêncio me sinto em comunhão contigo
que vibra em tudo que cala
e que é escuridão ainda
 

WHAT WORDS CAN I SAY TO YOU

Rosália Milsztajn

 
What words can I say to you
You who are eternal while words are so ephemeral
and dissolve in the pleasure of saying them
everything else drifts in the beauty of form – mere illusion
appearance without reverberation and your consciousness that I love
So, I repeat: I love you forever
my words will not resist wearing out
and the constant opposition of words that immobilize
it is silence that I feel in unison with you
you who vibrate in everything that silences
and is darkness yet.
 

De Este recorte, Rio de Janeiro, Patuá, 2014.